Super Dark Times: Quando Stranger Things encontra Donnie Darko

Imagine um encontro entre Stranger Things e Donnie Darko, mas sem os elementos sobrenaturais e com um tema bem mais pesado. Pronto, temos antão Super Dark Times.

O longa de estreia do diretor Kevin Phillips narra a vida de 4 adolescentes comuns dos anos 90 em seus períodos pós aulas. Eles conversam sobre mulheres, drogas, sexo e filmes enquanto andam por aí com suas bicicletas. Até que um dia, Josh (Charlie Tahan), decide levar a katana de seu irmão para um de seus passeios, com o intuito de cortar objetos aleatórios. É claro que as coisas dão errado e um dos personagens acaba morrendo. O filme então começa a abordar como esse assassinato impacta a vida dos ouros três garotos.

Todos os atores cumprem bem os seus papéis, principalmente Charlie Tahan e Owen Campbell, que são personagens com mais tempo de tela e com melhor desenvolvimento. O modo como cada um deles lida com o segredo que tem de manter é completamente real e, mesmo eles lidando de forma diferente com a morte do amigo, percebe-se que suas reações são completamente plausíveis. Além da atuação dos dois, parte do mérito vai para os também novatos Ben Collins e Luke Piotrowski, os dois roteiristas do longa, que conseguem escrever diálogos extremamente naturais e compatíveis com as idades dos protagonistas.

08736531793801552206.png

Aliado ao bom roteiro e a atuação convincente dos atores principais, temos um ótimo trabalho de fotografia no longa, o que distância o filme de suas referências e lhe dá um estilo próprio. Toda a composição é feita para retratar o isolamento tanto dos personagens quanto do próprio cenário onde tudo é ambientado.

Além da trama dos adolescentes lidando com o assassinato cometido, percebemos que o filme não se limita a isso. Várias cenas e até mesmo alguns planos-detalhe mostram que existem mais camadas a serem descobertas, causando ao expectador aquela sensação de “o que está acontecendo aqui”. Lembram que eu mencionei Donnie Darko anteriormente? Super Dark Times não entra em questões tão complexas como viagens no tempo, mas algumas coisas mostradas nos fazem remoer o filme em nossas mentes. Existem algumas teorias na internet sobre a simbologia do filme, mas não vou comentar nenhuma aqui para não dar nenhum spoiler.

Super Dark Times é um filme simplista sobre amizade e culpa que aborda como o ser humano tem capacidade para destruir o que está ao seu redor sem que haja a necessidade de motivos.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s