A origem do poder de Jesse é revelada em ‘Preacher’! [Crítica – S01E05]

Sundowner” começa a juntar as histórias contadas até aqui e aponta a direção que a série tomará.

O quinto episódio de “Preacher” continua diretamente do mesmo ponto em que o último episódio parou, com Jesse (Dominic Cooper) conversando com Fiore (Tom Brooke) e DeBlanc (Anatol Yusef) sobre o ser que tomou conta do corpo do pregador. Esse primeiro diálogo faz questão de explicar muito bem a origem do poder de Jesse, que enfim é chamado de Gênesis, e revela que ele não provém de Deus, mas sim da copulação de um anjo e um demônio. Essa breve conversa no começo do episódio serve para saciar algumas dúvidas que os espectadores que não leram a HQ poderiam ter e mostra fara os fãs de longa data que o show está no caminho certo.

Depois de todas essas revelações o capítulo descamba para uma das melhores cenas de ação já vistas na televisão, mostrando uma luta extremamente violenta, e cômica, envolvendo Jesse, Fiore, DeBlanc e uma Serafim que foi enviada para caçar os dois anjos fugitivos. Essa mistura de cenas agressivas com tons humorísticos é muito conhecida das HQs e, embora na série estejam meio contidas, transparecem muito bem o espírito do material original. Na cena seguinte vemos que Jesse começa a mostrar, mesmo que bem pouco, uma certa insatisfação com Deus e seu plano para ele, fazendo com que a trama principal da HQ comece a tomar forma aos poucos nessa primeira parte do episódio e evolua um pouco mais já para o fim do capítulo, onde, em um discussão com Eugene (Ian Colletti), Jesse começa a demostrar cada vez mais suas duvidas com relação ao uso de seu poder e que ele está tentando salvar a cidade mais por ele mesmo do que pelos outros. Para quem estava achando a série muito diferente do material original, esse capítulo mostra que tudo está caminhando na direção certa.

Esse é um dos episódios que Jesse tem mais tempo para se desenvolver, logo os outros personagens ficam meio apagados. A subtrama envolvendo a Tulipa (Ruth Negga) pareceu meio arrastada e Cassidy (Joseph Gilgun) teve apenas uma cena relevante, onde demonstra sua tristeza por estar “apaixonado” por Tulipa, provavelmente isso trará bons momentos nos episódios futuros, mas nesse capítulo foi meio deixado de lado. Outra subtrama que ficou de escanteio foi a dos assassinatos que Odin Quincannon (Jackie Earle Haley) promoveu no final do episódio anterior. Com certeza isso será desenvolvido em breve, mas nesse episódio a conexão que temos com esses eventos são através do Prefeito (Ricky Mabe) tentando encobrir o acontecimento. Embora esses acontecimentos tenham sido explorados de forma muito rápida em “Sundowner”, isso não quer dizer que o episódio falhou em evoluir com a história, pelo contrário, esses plots apenas foram diminuídos para dar espaço para Jesse e a trama central do show se desenvolverem, preparando todo o terreno para os eventos que virão na segunda metade dessa temporada.

No geral, o quinto episódio de “Preacher” deixou um pouco de lado o desenvolvimento dos personagens e se focou em avançar com a trama da série, dando algumas resposta que o espectador necessitava para continuar interessado e desenhando os eventos que virão a seguir.


Conheça nossa página no Facebook clicando aqui!😀

E nosso Twitter? Já conhece?


Procurando produtos de Preacher? Clique na imagem abaixo e seja feliz!

Preacher-TV-Show-Cassidy-Actor

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s